Atentimento Online

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas informações

Notícias

Fisioterapia Uroginecológica
 

A Fisioterapia Uroginecológica é uma modalidade que trabalha através da reeducação funcional do assoalho pélvico. Atua na prevenção e no tratamento das diversas disfunções que podem acometer tanto homens quanto mulheres, sendo estes jovens ou idosos. É um tratamento individual, simples, e seguro com ótimos resultados em curto prazo.

A fisioterapia uroginecológica é opção de tratamento preventivo ou conservador de disfunções do assoalho pélvico. Atua na reeducação do assoalho pélvico e na orientação preventiva de perdas involuntárias de urina ou de fezes.

Incontinência Urinária

A incontinência urinária (IU) é definida como sendo qualquer perda involuntária de urina. A IU mais comum é a de esforço caracterizada pela perda involuntária de urina ao tossir, espirrar ou realizar esforço físico, porém outros tipos como a incontinência de urgência (desejo subido e forte de urinar), ou a IU mista também são muito freqüentes.

A IU traz vários tipos de constrangimentos sociais, impede ou dificulta a realização de tarefas da vida diária e pode facilitar a ocorrência de infecções devido ao contato freqüente com urina em protetores.

Disfunção sexual

A sexualidade é um processo amplo e muitas vezes complexo. Projeta-se no corpo todo, não se limitando aos órgãos sexuais ou ao ato sexual. Complexo também quando depende de nossa cultura que diferencia a sexualidade masculina da feminina.

Problemas de disfunção sexual feminina que podem ser tratados com a fisioterapia uroginecológica como a dispaneuria, ou seja, dores no momento da relação sexual, a anorgasmia (falta de orgasmo), o vaginismo, que é a dificuldade de relaxamento da musculatura vaginal no momento da relação e quando há a diminuição da lubrificação vaginal e mesmo da libido. O tratamento para as mulheres é realizado dependendo da causa do problema Podendo ser em nível vaginal (flacidez da musculatura da vagina) ou do clitóris atrofia ou diminuição circulatória).

fisioterapia incontinencia urinaria

O tratamento

O tratamento fisioterápico engloba técnicas de fortalecimento e treinamento da musculatura do assoalho pélvico além de técnicas de reeducação miccional, controle postural e melhora da consciência corporal.

Para a realização destes tratamentos utilizam-se recursos como o bioofeedbak, eletroestimulação, exercícios perineais, ginástica hipopressiva, técnicas comportamentais, e reorganização corporal.

Importância da reeducação postural

A reeducação postural torna-se essencial neste mecanismo continente, uma vez que a pelve, estaticamente equilibrada, contribuirá para a manutenção de um posicionamento correto das vísceras abdominais e um perfeito funcionamento dos órgãos de sustentação, favorecendo, assim, uma correta transmissão das pressões intra-abdominais.

Fisioterapia Uroginecológica melhora e diminui as disfunções da estática lombopélvica, facilitando a função uroesfincteriana e promovendo até a correção de outras disfunções. Os portadores de incontinência urinária, prolapsos e dores relacionados às cicatrizes cirúrgicas no períneo podem e devem ser tratadas por esse método: simples, indolor e eficaz.


Fonte: Busca Saúde

« voltar às notícias