Atentimento Online

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas informações

Notícias

Pedro Boesel confirmado na etapa do Velopark

Após passar por cirurgia no ombro e fazer quase um mês de fisioterapia, Pedro Boesel, já está liberado para voltar às pistas. O piloto da equipe Comprafacil.com está confirmado para a disputa da segunda etapa da Copa Montana, marcada para o próximo domingo, no Velopark (RS).

"Estive no médico nesta semana e ele me deu a liberação para a prática de esportes. Claro que ainda não estou 100%, até porque perdi cinco quilos de músculo, mas estou pronto para voltar a praticar o esporte que eu amo e que escolhi como profissão", conta Boesel, sobre sua recuperação do acidente sofrido na abertura da Copa Montana, em Interlagos, há pouco mais de um mês.

O piloto da equipe Comprafacil.com fez questão de creditar sua rápida recuperação ao excelente trabalho da equipe do Hospital São Luiz.

"A minha cirurgia foi muito bem sucedida, graças à competência da equipe médica do Hospital São Luiz. Eu fiquei muito satisfeito com o atendimento deles. O pós-operatório também foi muito bem-sucedido, sobretudo em termos de amenizar as dores, que são comuns após uma cirurgia como a que eu passei", diz Pedro.

O sobrinho do experiente piloto Raul Boesel destaca que, para conseguir estar apto para voltar a acelerar seu carro na Copa Montana já nesta sexta-feira, também foi fundamental o ótimo trabalho realizado por sua fisioterapeuta.

"Desde o dia 17 de abril, quando tive liberação para a retirada dos pontos, eu fiquei muito focado na fisioterapia. Eram duas vezes ao dia e três horas em cada sessão com a minha fisioterapeuta, que é especialista para condicionamento de atletas e foi ótima para a minha recuperação", completa Boesel.

O piloto ainda precisa avaliar como seu corpo reagirá quando estiver sentado dentro de sua Montana, que tem mais 350 cavalos de potência e atinge velocidade superior a 230 km/h.

"Precisamos ver como o meu corpo vai reagir quando eu estiver dentro do carro com todos os equipamentos. Pode ser que alguma dor aparece por causa da pressão do cinto de segurança no ombro, por exemplo. Meu caso é parecido com o do que aconteceu com o Xandinho (Negrão) em fevereiro, e ele se recuperou rapidamente. Por isso, estou bem otimista. Mas, se eu sentir que não dá para correr, meu irmão, Lu Boesel, entrará na pista no meu lugar, mas a minha intenção é voltar", diz Pedro, citando o irmão que corre de Indy Lights.

Sobre a perda do amigo e companheiro de pista Gustavo Sondermann, Pedro fará homenagens ao colega. "Eu e outros pilotos vamos fazer inscrições no carro para manter viva a memória deste grande amigo que infelizmente perdemos. Fiquei muito triste com tudo o que aconteceu, mas seguir com o esporte que amo, o automobilismo. Sem dúvida é um momento difícil para mim, mas esta é a minha escolha e estou recebendo o apoio de todos", conclui Boesel.


Fonte: F1 Mania

« voltar às notícias