Atentimento Online

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas informações

Notícias

Internação domiciliar é alternativa para tratamento com qualidade
 

A expectativa de vida entre os brasileiros aumentou nos últimos anos. De acordo com pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), os brasileiros vivem, em média, 73 anos e, com esta elevação, o Brasil apresenta uma população cada vez mais idosa. Isto implica na maior atenção à saúde e à qualidade de vida.

Por isso, uma das principais metas de saúde do prefeito Dr. Denig foi colocar em funcionamento o Programa de Internação Domiciliar, que entra na linha de assistência assegurada em casa. Por meio dele, a Prefeitura passou a prestar serviço no domicílio do paciente que precisa de atenção mais intensa, disponibilizando cuidado contínuo por meio de uma equipe de profissionais da saúde da rede municipal.

Desde que foi criado em 2009, o programa já assistiu 108 pacientes. Atualmente, o Programa atende 30 pacientes em leitos de internação domiciliar com uma equipe formada por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e motorista, além da equipe de fisioterapeuta, assistente social, nutricionista e psicólogo.

Para a enfermeira e gerente do PID (Programa de Internação Domiciliar), Cristine Dornellas de Barros, o Programa é inovador na região e surpreendente. “Esta modalidade de atendimento multiprofissional realizada na residência nos permite identificar aspectos sócio-sanitários e educacionais da população atendida, fazendo que a educação em saúde seja um dos pontos importantes do programa”, comenta.

Com a internação domiciliar, existe ainda a otimização da utilização do leito hospitalar, já que o paciente fica no aconchego do lar e junto à família o que, em paralelo, reduz o tempo de internação e promove a diminuição do risco de infecção hospitalar.

“Este programa permite humanização no atendimento e a melhora do paciente, com inserção mais rápida no seu grupo familiar, social e de trabalho. O acompanhamento do paciente no período crítico, imediatamente após a alta hospitalar, vem apresentando ótimos resultados”, afirma a secretária de Saúde, Maria Goreti Pinaffi Heger.

fisioterapia domiciliar

Para o prefeito Dr. Denig, o Programa de Internação Domiciliar é um dos mais importantes implantados na sua Administração. “Percebe-se que a recuperação do paciente é mais fácil e rápida, resultado do atendimento da equipe de saúde da Prefeitura e do carinho dos familiares, dentro do próprio lar. É por causa desse atendimento mais humanizado que o paciente se sente mais confortado psicologicamente”, revela.

A Internação Domiciliar também acolhe a família do paciente, repassando informações importantes quanto a cuidados necessários. “Na alta hospitalar tivemos pouca orientação de como cuidar de uma pessoa acamada”, relata Maria Regina Nave, filha de um paciente assistido pelo Programa. “A equipe da Prefeitura faz um trabalho de orientação de como fazer curativos, verificar a sonda, diluir medicamentos, e movimentos de fisioterapia, orientações primordiais para cuidarmos do nosso familiar acamado”, acrescenta.



Fonte: Atibaia
« voltar às notícias