Atentimento Online

Newsletter

Cadastre-se e receba nossas informações

Fisioterapia Domiciliar para pessoas com Tendinite

O que é Tendinite?
Tendinite é a inflamação de um tendão (o sufixo "ite" denota doenças caracterizadas pela inflamação). Geralmente, a tendinite é relacionada com a parte do corpo envolvida, como tendinite de Aquiles - que afeta o tendão de Aquiles - ou tendinite patelar - afetando o tendão patelar.

A tendinite é altamente relacionada com a sobrecarga das atividades e com a postura utilizada pela pessoa. A sobrecarga das estruturas corporais ocorre quando a pessoa realiza uma atividade por muito tempo/repetição, de maneira rápida ou com peso maior do que sua estrutura corporal suporta. Esta sobrecarga, associada ao desalinhamento da postura durante o movimento (desalinhamento dinâmico), tende a gerar lesão, no caso do tendão, a tendinite.













Assim, é comum que digitadores e escaladores tenham tendinite nos dedos das mãos ou nos cotovelos; cozinheiras e nadadores desenvolvam tendinites em seus ombros; mensageiros e dançarinos apresentem tendinite patelar ou de Aquiles.

Os sintomas da tendinite são dor na região do tendão afetado e dor durante e após a atividade. É muito comum, a pessoa sentir outras sensações decorrentes de doenças associadas, como tensão ou ponto gatilho em músculos próximos da dor. Também é freqüente a irritação de um nervo próximo da dor, gerando sensação de formigamento, adormecimento/anestesia, queimação, frio, aperto ou perda de força. O inchaço pode ocorrer conjuntamente com o calor, mas não em todos os casos. Muitos pacientes relatam a correlação de uma situação estressante em sua vida com o início da dor.

Porque fazer Fisioterapia?

A primeira atitude para o tratamento da tendinite é a diminuição das atividades que provocam a dor. Manter a mesma rotina e forçar nas atividades que doem, só trará malefícios. O repouso absoluto também não é a solução; é necessário atingir um equilíbrio entre realizar atividades indolores e poupar atividades lesivas.

Em caso de tendinite aguda (lesão recente), o repouso com retorno gradual para o exercício e a aplicação de gelo é uma terapia comum. Porém, isto não é o suficiente, é necessário fazer intervenções na rotina do indivíduo, seja no trabalho, na atividade esportiva ou nas tarefas rotineiras. Estas intervenções associado a uma melhora do estado físico do paciente combaterá a sobrecarga na estrutura corporal sensibilizada. Por fim, é fundamental que a pessoa realize suas atividades com um bom alinhamento dinâmico. O treino funcional é indispensável para a correção biomecânica, adequação do estado físico e alívio da dor.

Ou seja, é muito importante a compreensão das características físicas individuais e das atividades rotineiras durante uma avaliação de fisioterapia. Nada de só fazer alongamento e fortalecimento muscular! É muito importante lembrar que o Fisioterapeuta seja INTERESSADO pelo paciente, para que a terapia seja mais eficaz!